SEJA BEM VINDO DE VOLTA GAROTO!!! | Diário Celeste
HomeCrônicasSEJA BEM VINDO DE VOLTA GAROTO!!!

SEJA BEM VINDO DE VOLTA GAROTO!!!

Salve, salve Nação Celeste! Em partida que marcou o retorno do atacante Judivan aos gramados, após dois anos e meio tratando de uma grave lesão, o Cruzeiro bobeou e empatou por 2 a 2 (gols de Thiago Neves e Judivan) com o praticamente rebaixado Avaí.

O jogo foi o retrato da partida do turno, o Cruzeiro dominou a posse de bola, criou mais chances claras ofensivamente, mas não conseguiu transformá-las em gol. E, como o futebol às vezes não premia a melhor equipe em campo, foi o Avaí que conseguiu abriu o placar no primeiro tempo, fez de pênalti cometido por Henrique. Depois do gol, o time de Florianópolis se fechou ainda mais, fazendo o goleiro Douglas Friedrich trabalhar várias vezes.

Veio a segunda etapa e o Cruzeiro continuou martelando a parede catarinense e com muita vontade chegou ao empate com Thiago Neves, que mais uma vez foi decisivo no jogo, participativo o meia é o diferencial desse time. Após o empate o Cruzeiro se lançou ainda mais ao ataque e lutava para buscar a virada. Mas o grande fato do jogo aconteceu aos 29 minutos, substituindo Diogo Barbosa, Judivan entrou em campo, marcando seu retorno aos gramados desde aquela entrada criminosa que recebeu no mundial Sub20. Ele entrou e mostrou que tem estrela, em seu primeiro lance no jogo roubou uma bola que sobrou para Robinho sofrer pênalti cometido pelo goleiro. E num momento histórico, a bola foi entregue para o próprio Judivan que converteu o pênalti e fez o gol da virada celeste. O gol fez justiça ao que se via no gramado, o Cruzeiro merecia a vitória pelo que jogava até ali.

Mas como diz a velha máxima do futebol “o jogo só acaba quando termina”, e quando a partida se encaminhava para o fim, a virada do Cruzeiro parecia ter colocado um ponto final, mas, aos 47 minutos, o time deu uma desconcentrada e cedeu o empate para o time catarinense. Coisas do futebol, mas que não pode acontecer com um time do tamanho do Cruzeiro jogando em casa. Podemos até estar relaxados pelo título da Copa do Brasil, mas, com todo respeito, não se pode perder 05 pontos para o Avaí num campeonato tão disputado como é o Brasileirão.

Destacar a boa impressão deixada pelo lateral direito Galhardo, que foi muito bem enquanto teve pernas pra jogar, fez bons cruzamentos e dá esperanças ao torcedor de ser a solução para a posição. Mas o maior destaque é mesmo a superação Judivan, o jovem jogador celeste volta depois de muito sofrer com lesões e pode se tornar um grande reforço para o Cruzeiro em 2018. É voltar aos poucos mesmo para que as lesões não retornem e que seu futebol apareça e prevaleça. Parabéns ao garoto pela força e garra.

Por mais que falemos aqui somente sobre o que acontece dentro de campo, não dá pra nos calarmos diante dessa confusão administrativa do Cruzeiro nessa questão da virtual venda do Diogo Barbosa para o Palmeiras, no mínimo um desrespeito à vontade da torcida em manter um jogador identificado com o clube e que faz uma temporada brilhante. Quero crer que o Gilvan não esteja vendendo somente por uma questão política interna do clube, uma vez que a diretoria que vai assumir garantia ter condições de manter o jogador, porque seria uma demonstração de irresponsabilidade sem precedentes.

Mesmo que se lamente, a saída do Diogo não representa nenhuma terra arrasada, não podemos esquecer que nenhum jogador é maior que a camisa do Cruzeiro. É torcer para que a nova diretoria trabalhe logo em busca de reforços, para que o treinador comece o próximo ano com o grupo fechado garantindo uma boa preparação para uma temporada muito importante.

Um grande abraço a todos e todas!

Até a próxima!!!

Compartilhar com:

<p>Simplesmente um homem de fé. ah e Cruzeirense também, aliás, cruzeirense demais!!!</p>

Comentários