QUE BONS VENTOS TRAGAM 2018! | Diário Celeste
HomeCrônicasQUE BONS VENTOS TRAGAM 2018!

QUE BONS VENTOS TRAGAM 2018!

Salve, salve Nação Celeste!!! Pela última rodada do Brasileirão o Cruzeiro foi ao Rio de Janeiro e empatou com o Botafogo por 2 a 2 (gols de Thiago Neves e Arrascaeta) fechando sua campanha na quinta colocação.

O jogo começou com o Cruzeiro controlando bem as ações, o Botafogo que precisava vencer até que tentava ser mais agressivo, mas o Cruzeiro não passava por um sufoco, que seria natural devido ao maior interesse do adversário no resultado. Porém, mesmo com essa tranquilidade o Cruzeiro saiu perdendo o jogo, porque com o passar do tempo o time carioca achou o caminho das pedras, o lado esquerdo da defesa do Cruzeiro principalmente o lateral esquerdo. E foi por ali que saiu a jogada do gol carioca.

Após o gol o Cruzeiro se manteve tranquilo, e tocando a bola conseguiu o seu empate numa boa jogada de Lucas Romero pela direita que cruzou a bola e Thiago Neves empurrou a bola pra rede após uma tentativa de bicicleta de Arrascaeta. O primeiro tempo acabou com um empate, num jogo sem muitas emoções.

Veio o segundo tempo e o desenho tático se manteve, o time carioca tentava mais na vontade e pela força e o Cruzeiro se aproveitou do nervosismo do adversário para saltar a frente do placar novamente, Arrascaeta recebeu um passe do zagueiro botafoguense e empurrou para as redes. Após o gol o Botafogo se lançou mais ainda à frente e conseguiu empatar depois de uma bobeira coletiva da defesa celeste, parecia que até conseguiria virar, principalmente depois da expulsão de Rafinha, mas o time celeste se defendeu bem e contando com mais uma grande partida  de Rafael no gol, segurou o empate e garantiu o último pontinho na competição.

Destacar a boa partida de Lucas Romero na lateral, mais um bom jogo de Arrascaeta e Thiago Neves se consolidando como o grande jogador da temporada e, principalmente, destacar a seriedade da equipe, que a despeito da situação do seu rival, jogou com responsabilidade e respeito à camisa celeste, que tem história e não pode ser manchada com nenhum tipo de entrega ou corpo mole.

Faremos depois uma análise mais criteriosa dessa temporada, que foi vitoriosa, mas que deixou o sentimento de que esse time poderia ter ido mais além. O aproveitamento de 50% no Brasileirão é abaixo do que se espera de um time da grandeza do Cruzeiro. O que fica é a certeza que temos um elenco forte, que pode render muito mais do que tá rendendo. E esse potencial de crescimento, principalmente, na produção ofensiva, da esperanças de um ao ainda mais vitorioso na próxima temporada.

Agora é torcer para que a briga política não atrapalhe os trabalhos de campo e garantam os reforços necessários para confirmar a boa expectativa para 2018. Terminamos 2017 muito bem e que bons ventos tragam 2018.

Um grande abraço a todos e todas!

Até a próxima!

Compartilhar com:

<p>Simplesmente um homem de fé. ah e Cruzeirense também, aliás, cruzeirense demais!!!</p>

Comentários